Referências em organizações

A Federação Espírita Brasileira

A recomendação da FEB para o estudo do esperanto

Fonte: Orientação ao Centro Espírita →

Parte II - Capítulo 2 (Recomendações)
Item 17 (página 55) - Estimular, e dentro das possibilidades, favorecer o estudo do Esperanto pelo seu elevado princípio humanitário e sentimento de fraternidade universal que desenvolve, e por mostrar-se como elemento auxiliar na difusão da Doutrina Espírita em outros países;

Anexo 1 (Recomendações)
Item IV (Atividades de comunicação)
Subitem "c" (página 174) - Incentivar o estudo e a divulgação do Esperanto como instrumento neutro de fraternidade entre os homens e povos do mundo.

O esperanto, como segunda língua das pessoas, torna justa a comunicação internacional e protege as culturas.

Neutralidade

Não pertence a nenhuma nação, mas à humanidade.

Justiça

Equipara os participantes em uma conversa internacional.

Facilidade

Menos difícil que uma língua estrangeira.

Proteção das culturas

Serve à diversidade linguística.

Cultura da paz

Promove a fraternidade humana.