O Além estimulando a implantação do Esperanto

Por Aylton Paiva

Fonte: oconsolador.com.br

O médium Francisco Cândido Xavier transmitiu, para o espírita e esperantista Ismael Gomes Braga (1), belíssima mensagem do Espírito João Ernesto, estimulando-o no estudo e divulgação do Espiritismo e do Esperanto, conforme consta em páginas de Reformador, órgão da Federação Espírita Brasileira, em julho de 1940.

Ismael informa que: João Ernesto foi autodidata, fez-se notável guarda-livros, maestro e compositor de fama, aprendeu muitas línguas, tornou-se ardoroso propagandista do Espiritismo e do Esperanto e os defendeu até a sua desencarnação. Pela sua elevada cultura e retidão de conduta, preencheu várias vezes o lugar de promotor de Justiça nas vagas dos promotores efetivos, por nomeação de Juízes de Direito locais.

Em 1904/5 publicava ele textos em Esperanto no jornalzinho O Cinzel, e artigos de propaganda do Espiritismo em A folha do Povo e outros jornais. Por volta de 1907 pôs-me nas mãos o primeiro livro de Esperanto e em 1912 O Livro dos Espíritos. Seu pseudônimo era ‘Discípulo de Jesus’, com o qual assinava artigos e publicou o livro ‘Fariseu!’ (1), pág.52. Em seguida adita: Que saibamos, João Ernesto nunca havia dado uma comunicação mediúnica.

Revela ele a integralidade da sua personalidade depois de trinta e dois anos, pois desencarnou em 5 de outubro de 1914.

Inicia sua mensagem psicográfica com essa bela declaração: “É um consolo suave rememorar o pretérito, de espírito voltado para o futuro, através do trabalho e da realização em cada dia” (2), pág.54.

Mais adiante informa e estimula, mostrando que o trabalho para a implantação do Espiritismo e do Esperanto se faz no plano físico e no plano espiritual, com o esforço de dedicados trabalhadores: “Nós, os companheiros esperantistas e espíritas, prosseguimos na mesma luta abençoada, incentivando a fraternidade humana e a redenção espiritual. Podes crer, meu amigo, que nenhum esforço nobre é perdido, nenhum trabalho para o bem escapa às compensações naturais”.

Quanto estiver em tuas mãos e possibilidades, distribui o entusiasmo, a esperança e a alegria no grande campo do Esperanto e do Espiritismo no Brasil.

Revela, de forma muito clara, os preparativos no plano espiritual para as transformações previstas no decorrer do terceiro milênio:

“Aqui se forma diferente mentalidade para a Terra do milênio futuro. Novas expressões de espiritualidade renovadora surgirão do recanto planetário que nos é tão querido, sazonando o futuro da compreensão humana. O mundo tem sede de união e de universalismo... E o Esperanto e o Espiritismo constituem as duas alavancas do porvir no terreno da legítima aproximação fraternal entre homens e povos. Trabalhemos, pois, meu amigo, ainda e sempre. Recordemo-nos de que o Mestre dos Mestres até hoje trabalha mais intensamente que todos os apóstolos do bem reunidos no mundo inteiro”.

E sobre a anunciada transformação em que o planeta Terra passará, saindo do estágio de Mundo de Provas e Expiações para mundo de Regeneração, elucida enfaticamente: “Ondas de renovação surgem de toda parte. Algumas trazem consigo suor e lágrimas, desenganos e golpes aparentemente fatais. É a reconstrução necessária, a reestruturação planetária, cuja obra, em verdade, ainda não terminou. Unamo-nos, pois, em Cristo, o Divino Condutor, que nunca desfalece. A noite ainda é muito espessa, entretanto, não podemos duvidar da aurora próxima. Que sejas, meu amigo, o trabalhador otimista e devotado de sempre, suportando as responsabilidades da hora que passa, como quem transporta bandeiras de alegria e luz para os exércitos da fraternidade terrestre que desfilarão no radioso amanhã da Humanidade, são os votos do velho amigo de todos os tempos. João Ernesto”. (3)

Sobre essa transformação encontramos no livro A Gênese, de Allan Kardec: “Tornada adulta, a Humanidade tem novas necessidades, aspirações mais vastas e mais elevadas; compreende o vazio com que foi embalada, a insuficiência de suas instituições para lhe dar felicidade; já não encontra, no estado das coisas, as satisfações legítimas a que se sente com direito” (4). E mais adiante: “Essa fase já se revela por sinais inequívocos, por tentativas de reformas úteis e que começam a encontrar eco. Assim é que vemos fundar-se uma imensidade de instituições protetoras, civilizadoras e emancipadoras sob o influxo e por inciativa de homens evidentemente predestinados à obra da regeneração; que as leis penais se vão apresentando dia a dia impregnadas de sentimento mais humano. Enfraquecem-se os preconceitos de raça, os povos entram a considerar-se membros de uma grande família”. (5)

Observamos nas palavras do elevado Espírito João Ernesto que o mundo espiritual acompanha com muito carinho, zelo e trabalho esse processo de renovação da humanidade e, dentro dele, a divulgação e o estudo da língua internacional Esperanto. Isso porque, além de intercomunicação individual e coletiva, ele traz internamente as forças da união e da solidariedade entre pessoas e povos.

Desta forma, o Espiritismo e o Esperanto como poderosos instrumentos que, ao lado de outros, deverão promover a evolução individual e coletiva do nosso Planeta.

Então, companheiros espíritas, estamos todos convocados para a tarefa da implantação do Esperanto sobre a face deste orbe.

Poderá surgir, assim, em nossa mente os pensamentos: como poderei participar dessa magnifica empreitada? Ainda não tenho tempo para estudar o Esperanto, como poderei participar desse Projeto de Jesus?

Cada um de nós pode dar sua contribuição de conformidade com a disponibilidade de tempo e conhecimento que já possua no momento.

Primeiro, procure conhecer o que é o Esperanto.

Fale, escreva, comunique sobre a ideia do Esperanto como língua internacional neutra que deverá unir as pessoas e os povos.

Estude. Se você já dispõe de tempo, não importa a idade, estude com dedicação.

Se você estudou ou estuda, procure compartilhar seus conhecimentos com outras pessoas que tenham interesse nessa tarefa solidária e de amor.

*

FACILIDADE DO ESPERANTO

Todo substantivo termina com a letra o. (regra nº 2)

Exemplos: Dio (Deus), Jesuo (Jesus), Evangelio (Evangelho), Spiritismo (Espiritismo), Esperanto (Esperanto) senmorteco (imortalidade), reenkarniĝo (reencarnação), mediumeco (mediunidade), ago kaj reago (ação e reação), evoluo (evolução).

Dio estas nia Patro. (Deus é nosso Pai)

Jesuo estas nia Majstro. (Jesus é nosso Mestre)

Amo estas Leĝo de nia Patro. (Amor é Lei de nosso Pai).

*

NO GOOGLE VOCÊ ENCONTRA INFORMAÇÕES SOBRE O ESPERANTO

Referências:

1. Braga, Ismael Gomes. Espírita e esperantista, diretor do Departamento de Esperanto da Federação Espírita Brasileira, de 1937 a 1969, autor de vários livros em e sobre Esperanto, dicionarista e tradutor de O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, do idioma francês para o Esperanto.

2. Braga, Ismael Gomes, O Esperanto na Visão Espírita, Sociedade Editora Espírita F. V. Lorenz, 1ª edição, 1998, p. 52.

3. ____, ____ p. 54 e 55.

4. A Gênese, Os milagres e as Predições segundo o Espiritismo. Tradução de Guillon Ribeiro, Cap. XVIII, São Chegados os tempos, item 14, p. 468, 50ª edição FEB.

5. ____, ____ item 21, p. 472.

O esperanto, como segunda língua das pessoas, torna justa a comunicação internacional e protege as culturas.

Neutralidade

Não pertence a nenhuma nação, mas à humanidade.

Justiça

Equipara os participantes em uma conversa internacional.

Facilidade

Menos difícil que uma língua estrangeira.

Proteção das culturas

Serve à diversidade linguística.

Cultura da paz

Promove a fraternidade humana.